Concurso que premia iniciativas de mulheres rurais tem inscrições prorrogadas até 31 de janeiro

mulheresrurais2 

Permanecem abertas até o dia 31 de janeiro as inscrições para a campanha #MulheresRurais,MulherescomDireitos, organizada pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura em parceria com instituições do Estado Brasileiro, do Mercosul e instituições privadas. O tema da campanha é Inovar para mudar: #mulheresrurais e a sua contribuição para reduzir a pobreza e a insegurança alimentar.

 

A ideia é dar visibilidade e premiar ações empreendidas por mulheres para enfrentar e reduzir a pobreza rural e garantir a segurança alimentar e nutricional. A campanha também pensou nas mulheres indígenas e suas atuações, desenvolvendo, inclusive, o selo #MulheresIndígenas,MulheresVisíveis. A Funai é parceira da campanha e atua ativamente na campanha a fim de garantir que as especificidades das mulheres indígenas sejam respeitadas.

 

A ação vencedora será premiada com uma cesta de produtos Moeda equivalente a R$ 20.000,00 contando com : Estudo de viabilidade econômica e financeira do produto, assessoria em marketing (desenvolvimento de fotos e vídeo do empreendimento, consultoria em redes sociais e desenvolviment ou ou revisão de marca e rótulo) e participação com destaque no Marketplace Moeda. Cabe ressaltar que não será entregue prêmio em dinheiro, mas em produtos e serviços.

Link para Inscrição aqui.
Link para o Edital aqui.

 

 


Xavante e Xerente pedem apoio da Funai para abertura turística e fortalecimento cultural

reuniao xerente e xavanteRepresentantes dos povos Xavante e Xerente de Tocantínea-TO foram recebidos na sede da Funai, em Brasília, na última quinta-feira (16), para tratar assuntos relacionados a projetos de etnodesenvolvimento e gestão territorial. Srêwē Xerente e Tseredzaró Xavante apresentaram ao presidente substituto, Alcir Amaral, e ao Assessor de Estudos e Pesquisas, Cláudio Badaró, importantes dados a respeito das ações desenvolvidas pelos indígenas, algumas com parceria da Funai, como as brigadas indígenas contra incêndios florestais.

Leia mais...

Nota de Falecimento - Francisco Tsietserewawa Tsipé

Anciao Francisco XavanteA Funai se solidariza com a comunidade Xavante pelo falecimento do ancião Francisco Tsietserewawa, ícone de sabedoria e guardião do tesouro linguístico e cultural da Terra Indígena Marãiwatsédé-MT.

Francisco era o responsável pela celebração das cerimônias tradicionais Xavante e primava tanto pelos saberes, tradições e língua de seu povo que se comunicava apenas na língua materna. Foi em Madzabdzé, aldeia que fundou, que o ancião faleceu de um ataque cardíaco deixando 15 filhos e toda a comunidade constristada.

 

Um dos mais velhos dos Xavante, Francisco presenciou, durante seus 106 anos de história, diversos momentos marcantes para seu povo por quem lutou e o qual defendeu, como o primeiro contato com a sociedade envolvente e a retomada do território tradicional, em 2004. "Ele sempre sonhou em retomar Marãiwatsédé e viver em paz", conta Rafael Weere, neto do ancião. "Perdemos mais uma memória da história dos Xavante", completa.



Assessoria de Comunicação/Funai 


Projeto disponibiliza online histórias tradicionais indígenas

mitos 2

 

Uma mistura de animação e live action traz o encanto das histórias tradicionais Kadiwéu, Kuikuro e Javaé às mais diversas telas. O material faz parte do projeto Mitos Indígenas em Travessia, que já disponibilizou online a produção desenvolvida a partir de oficinas de audiovisual ministradas aos jovens da Aldeia São João (Terra Indígena Kadiwéu, Mato Grosso do Sul), Aldeia Afukuri, (Kuikuro, Terra indígena Parque do Xingu, Mato Grosso) e Aldeia São João (Javaé, Terra indígena parque do Araguaia, Ilha do Bananal, Tocantins).

Leia mais...

Nota de falecimento - José Antônio Martins Flores

Jose FloresA Funai, por meio da Coordenação Regional Sul da Bahia, com mais profundo pesar e inestimável tristeza se solidariza com os familiares e com os amigos de José Antônio Martins Flores, servidor desta casa, que nos deixou nesta madruga, 16 de janeiro de 2020, devido a um ataque cardíaco.

Flores, como era conhecido entre os colegas de trabalho, dedicou-se ao longo de mais de três décadas ao serviço público voltado ao atendimento dos povos indígenas em várias regiões do país. Uma pessoa reconhecida pela sua competência e companheirismo com os colegas que deixará saudades em todos que tiveram o prazer de trabalhar ao seu lado.

Que a família encontre forças para suportar e superar esse momento de tristeza e dor. Que nosso colega descanse em paz.


Coordenação Regional Sul da Bahia/Funai


Destaques

class=Cinco comunidades indígenas dos Povos Paumari e Apurinã participaram da 5ª edição do Projeto de Ampliação do Vocabulário Através do Diálogo para Fortalecer a Língua Paumari (Vara Akhanina Vani Aabono Anadanova Ariathi...

class=Em conjunto com a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) e o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH), a Funai planeja ações para acolhimento das famílias indígenas que anualmente se deslocam para Atalaia do Norte (AM). O intuito é criar uma força-tarefa junto aos órgãos públicos locais para que essas pessoas não fiquem em situação de vulnerabilidade no porto da cidade.

 

class=

Em busca de alternativas de geração de renda para as terras indígenas Bacurizinho, Arariboia e Cana Brava, no Maranhão, o cacique Raimundo Guajajara, presidente da Cooperativa Kopyhar, esteve na sede da Funai, em Brasília,...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05