Cacique Raoni e lideranças Kayapó e Panará se reúnem em Brasília com presidente da Funai

6465725b-2c2d-4e73-915b-338ea02e3dd2-2O presidente da Funai, Franklimberg de Freitas, recebeu nesta segunda-feira (25) o cacique Raoni Metuktire e lideranças dos povos Kayapó e Panará, dos Estados do Pará e Mato Grosso. Raoni pediu o apoio da Funai para que a saúde indígena não seja municipalizada, questionou a reestruturação do órgão e manifestou preocupação com as "fake news" de que o presidente Jair Bolsonaro liberou invasões em Terras Indígenas.

Leia mais...

NOTA DA FUNAI - CONCURSO DE 2016

Nos autos da Ação Civil Pública nº 1004249-82.2018.4.01.3200, foi determinada, em sede liminar, a convocação e nomeação imediata dos aprovados excedentes do concurso da Funai, realizado em 2016. Ocorre que, em fase da referida decisão, a União interpôs Agravo de Instrumento, cujo pedido de atribuição de efeito suspensivo foi deferido em 23/01/2019. Não obstante, o Ministério da Economia, com a edição da Portaria n° 16, de 24/01/2019, publicada em 28/01/2019, autorizou a nomeação de 106 candidatos, que foram efetuadas pelas Portarias da Funai nº 97 e 98, de 29/01/2019, publicadas em 30/01/2019, e retificadas em 31/01/2019. Destaca-se que a Fundação teve poucos dias para providenciar as nomeações, uma vez que o prazo de validade do certame encerrava-se em 30 de janeiro de 2019.

Leia mais...

MPF lança Manual de Jurisprudência dos Direitos Indígenas

manualmpfA Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais do Ministério Público Federal (6CCR) lança o Manual de Jurisprudência dos Direitos Indígenas. A publicação traz 26 temas de direitos indígenas discutidos a partir de casos concretos, com a compilação das principais decisões de tribunais nacionais e internacionais em cada temática analisada. A obra tem como objetivo subsidiar a atuação de membros do Ministério Público Federal na defesa de direitos dos povos originários, órgãos governamentais e organizações não-governamentais, além de estudantes e pesquisadores.

Leia mais...

A pedido da Funai, CNAS cria grupo de trabalho para discutir atendimento socioassistencial a indígenas

cnasO Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS) instituiu grupo de trabalho para discussão de assuntos voltados ao acompanhamento e avaliação da gestão dos recursos, impactos sociais e desempenho das ações da Rede de Serviços Socioassistenciais. O grupo, composto por três conselheiros do governo e três da sociedade civil, atuará por 90 dias.

Leia mais...

Projeto de extensão do IFMA traduz livro paradidático para idioma tupi

Historias do ceuHistórias do céu contadas por Zahy e Tatá – ou na versão tupi Ywak Rehe Ma'e Imune'u Haw Zahy-Tatá Wanemimume'e Kwer –, foi recentemente traduzido pelo professor de língua indígena Antônio Gomes Guajajara. A obra foi escrita pela pedagoga Maria José Ribeiro de Sá e pelos professores do Instituto Federal do Maranhão Campus Imperatriz Daniela de Sousa Cortez, Rivelino Cunha Vilela, Silvia Lilian, coletivamente com estudantes do curso de Licenciatura em Física. A recente tradução para o tupi objetiva o aprendizado da língua materna pelas crianças da aldeia Juçaral, localizada no município de Amarante-MA.

Leia mais...

Destaques

class=O turismo é um setor da economia com muitas especificidades. Para se tornar uma atividade exitosa, na maior parte das vezes, depende da história, cultura e tradição de cada povo. As narrativas e peculiaridades de uma...

predio.jpgA nomeação de Rogério Guimarães para atuar na Diretoria de Administração e Gestão (DAGES), na última quinta-feira (14), completa a formação da nova equipe de diretores da Funai. Indicados pelo presidente Franklimberg de...

class=Começa hoje (20), no Rio de Janeiro, o Seminário Internacional sobre Atuação Indígena em Pesquisas Colaborativas e Valorização de Conhecimentos, uma co-produção da People's Palace Project e da Associação Indígena Kuikuro do Alto Xingu (AIKAX) com apoio da Funai, via Museu do Índio, Queen Mary University of London e Fundação Planetário do Rio. Pesquisadores indígenas e não indígenas de dez países se reúnem entre os dias 20 e 22 de março para discutirem questões como o papel da academia na construção de narrativas que considerem saberes e costumes de povos tradicionais, criação de abordagens que incluam e respeitem os povos ancestrais e outros assuntos. 

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05