Indígenas de Rondônia esperam safra recorde de castanha

Castanha

 

Castanhais carregados e um sobrevoo que trouxe novas descobertas; motivos não faltam para os Paiter Suruí, Cinta Larga e Sakyrabiat acreditarem que essa vai ser a maior safra de castanha dos últimos anos. A coleta começa em novembro e calcula-se que o escoamento deste ano chegue a 300 toneladas.

 

De acordo com Elisângela Suruí, que faz parte da Coopaiter, uma das cooperativas indígenas rondonienses, a ideia é transformar a castanha no produto final, sem intermediários na comercialização. "Queremos ofertar um produto que leve uma cultura, uma tradição de um povo; por isso estamos tentando viabilizar projetos para instalação de uma agroindústria", justifica.

 

Ricardo Prado, coordenador regional da Funai em Cacoal, garante que a unidade já se prepara para apoiar a coleta. "Estamos em fase de manutenção de veículos e equipamentos para estarem aptos ao escoamento da castanha. Já temos com a gente sacaria a distribuir, ferramentas e agora estamos aguardando apenas o início da safra".

Novas regiões também estão em vistas de serem exploradas. No último dia 10, um sobrevoo na TI Rio Mequens, do povo Sakyrabiat localizou duas grandes manchas de castanhais inexplorados.



Assessoria de Comunicação/Funai

(Imagens: Ricardo Prado/Funai)

 

 Castanhal castanhas 2 Castanheiras

Destaques

class=Uma estratégia inovadora de desenvolvimento sustentável nas comunidades indígenas foi classificada em uma seletiva de projetos a serem financiados pelo Fundo dos Interesses Difusos (FID), da Secretaria da Justiça e Cidadania...

class=

 

Um processo de diálogo e discussão entre os habitantes da Terra Indígena (TI) Jarawara/Jamamadi/Kanamati para a construção do Plano de Gestão Ambiental e Territorial (PGTA) Jarawara e Apurinã foi concluído no mês de outubro. Na aldeia Água Branca, município de Lábrea/AM, uma oficina apoiada e financiada pela Coordenação-Geral de Gestão Ambiental (CGGAM), Coordenação Regional Médio Purus e Coordenação Técnica Local em Lábrea arrematou os quase sete anos do processo de definição para o uso dos recursos naturais da TI.

class=Em parceria com a Secretaria de Saúde Indígena (Sesai) do Ministério da Saúde e com o Governo do Estado do Amapá, a Funai acompanhou o trabalho de levantamento topográfico de 12 pistas de pouso na região. O objetivo é...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05