Funai promove debate sobre proteção a famílias indígenas artesãs da Região Sul

gt mobil aO Grupo Técnico de Trabalho que reúne unidades da Funai do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, debateu ações para promover o comércio do artesanato tradicional e a proteção de famílias indígenas artesãs que trabalham em cidades turísticas da Região Sul. A reunião aconteceu entre os dias 7 e 9 de agosto, na sede da Fundação, em Brasília.


Uma das ações já definidas pelo Grupo de Trabalho é a contratação de consultoria especializada para realizar estudos junto ao poder público sobre a mobilidade das família indígenas na região. A consultoria também vai identificar as demandas das artesãs em relação a produção e venda do artesanato indígena, promoção cultural e a participação delas em eventos turísticos.

 

Com as informações obtidas pela consultoria, a Funai vai complementar o conjunto de providências e ações debatidas entre as Coordenações Regionais para garantir que as artesãs e suas famílias tenham seus direitos respeitados e possam comercializar seu trabalho nas cidades por onde passam. Constituído em 2017, o Grupo de Trabalho agora recebe a colaboração da unidade de Dourados/MS, que identificou recente interesse de famílias indígenas artesãs da Região Sul em comercializar seus produtos no município.

Para os três dias de reunião, as Coordenações Regionais de Guarapuava/PR, Interior Sul/SC, Litoral Sul/SC, Passo Fundo/RS e Dourados/MS realizaram um levantamento de informações sobre a realidade local do artesanato indígena em sua área de abrangência. A reunião foi uma iniciativa da Coordenação-Geral de Promoção da Cidadania (CGPC), Coordenação-Geral de Promoção dos Direitos Humanos (CGPDS) e Coordenação-Geral de Promoção ao Etnodesenvolvimento (CGETNO), subordinadas à Diretoria de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável (DPDS/Funai).

 

 

Assessoria de Comunicação Social / Funai

com informações da Coordenação-Geral de Promoção da Cidadania

Destaques

class=A 10ª Reunião de Autoridades sobre Povos Indígenas do Mercosul (RAPIM) contou com a presença de representantes de órgãos indígenas do Paraguai, Argentina, Uruguai, Brasil, Chile e mais dois países convidados: Guiana e...

class=A Coordenação-Geral de Promoção dos Direitos Sociais (CGPDS/Funai) informa que a emissão de passaporte para indígenas dispensa a apresentação de declaração de indígena integrado/não integrado ou autorização oficial...

class=Uma estratégia inovadora de desenvolvimento sustentável nas comunidades indígenas foi classificada em uma seletiva de projetos a serem financiados pelo Fundo dos Interesses Difusos (FID), da Secretaria da Justiça e Cidadania...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05