Coordenações da Funai em todo Brasil recebem reforço tecnológico

 

COMPUTADORES EM TESTE

A Funai adquiriu novos computadores para equipar toda a fundação, principalmente as unidades descentralizadas. A distribuição começou a ser feita na última segunda-feira (6). O intuito é agilizar trâmites internos e externos e fortalecer ações por meio da tecnologia. No total, são 1250 máquinas enviadas a todas as coordenações regionais e coordenações técnicas locais. A ação foi iniciada pela Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação e Comunicações (CGTIC/DAGES).

 

A média de distribuição de equipamentos novos para cada CR é de 15 computadores que deverão ser destinados às unidades vinculadas, de acordo com a prioridade. A presidência da Fundação definirá o destino das máquinas substituídas, tendo como opção a redistribuição interna ou doação.

computadores novos

 

A compra dos equipamentos, feita por por meio de adesão à ata de registro de preços após os procedimentos administrativos e legais pertinentes, tornou-se prioridade a partir de levantamento interno que indicou a defasagem dos computadores e a insuficiência em várias unidades descentralizadas. Nesses casos, os servidores precisam revezar as máquinas, o que atrapalha o andamento e celeridade das atividades e desmotiva os trabalhadores.

A Coordenação Regional de Amapá e Norte do Pará já recebeu as novas máquinas. De acordo com Paulo Negreiros, coordenador, será necessário estabelecer uma estratégia para contemplar todos os setores da CR e das quatro coordenações técnicas locais (CTL) a ela subordinadas. "A priori, nossa estratégia é tentar distribuí-los de forma a substituir os que são mais antigos e que estão apresentando problemas. A falta de computadores causam uma limitação na nossa capacidade de ação, principalmente em virtude da implantação do Sistema Eletrônico de Informações nas nossas unidades, que consequentemente gera a dependência não apenas de computadores, mas de toda a infraestrutura de rede para acesso à internet", aponta Negreiros.

LONDRINADo outro lado do país, Marcos Cavalheiro, coordenador técnico local de Londrina-PR, já faz planos para as máquinas que a unidade vai receber da Coordenação Regional do Paraná. Dos 13 servidores que trabalham com ele, apenas oito têm acesso aos computadores que, em sua maioria, têm mais de 12 anos de uso. "Nossa principal demanda é para os serviços ligados a assistência social, e justamente para estes servidores que necessitamos dos equipamentos. Temos muitas demandas judiciais, o que requer agilidade por questão do tempo de resposta, emissão de relatórios e envio de informações. Nesses momentos é que o andamento dos serviços fica prejudicado. Temos que revezar computadores porque além da quantidade ser insuficiente, as máquinas que temos estão defasadas, não suportam atualizações e tudo isso dificulta muito o trabalho ", declara Cavalheiro.

Todos os equipamentos foram enviados simultaneamente pela contratada, tendo sido despachados às Coordenações Regionais por fretamento aéreo, na maior parte dos casos. O prazo para a finalização das entregas é de 30 dias.



Kézia Abiorana

Assessoria de Comunicação/Funai 

Destaques

class=O Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (14) publicou a exoneração do general Franklimberg de Freitas do cargo de presidente da Fundação Nacional do Índio. No lugar dele, interinamente, assume Fernando Maurício...

class=Visando alinhar as ações de policiamento preventivo da Policia Militar com a realidade das comunidades indígenas no Estado de Santa Catarina, a Coordenação Técnica Local em José Boiteux e a Procuradoria da República em...

class=Por meio de edital público da Prefeitura de Lábrea-AM, a agricultura familiar indígena da região do Médio Purus vai oferecer produtos alimentícios para parte das escolas municipais da rede pública no período letivo deste...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05