Franklimberg assina TAC que regulariza repasse de empreendimentos a povos indígenas no Espírito Santo

franklinhares1Nesta quarta (06), em Linhares, no Espírito Santo, o presidente da Funai, Franklimberg Ribeiro de Freitas, participou de uma reunião com membros do Ministério Público Federal, Defensoria Pública, técnicos da própria Funai e indígenas dos povos Tupiniquim e Guarani. O objetivo foi assinar um Termo de Ajuste de Conduta – TAC, que objetiva dar maior autonomia acerca dos recursos repassados pelos empreendimentos locais às comunidades indígenas da região.

 

A homologação judicial e a adequada execução do documento permitirão que a prática seja replicada em outros casos de empreendimentos que causam impactos em terras indígenas, dando efetivo cumprimento à Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho – OIT.

 

"Estamos criando esse instrumento com o intuito de otimizar esse repasse de recursos de mitigação e compensação para que os indígenas, com a supervisão da Funai, possam aplicá-los com a devida brevidade. Esperamos, num futuro próximo, poder retornar para acompanhar o andamento das ações conforme o planejamento estabelecido aqui nessa reunião", afirmou Freitas.

 

Asssessoria de Comunicação/Funai

Destaques

class=Funai prorrogou a data de entrega das propostas da Chamada Pública nº 001/2019 para o dia 26 de abril. Serão beneficiadas aldeias indígenas próximas aos municípios de Marabá e Itaituba (PA), Tabatinga (AM), Palmas (TO) e Imperatriz (MA). Os recursos para a instituição que será selecionada somam o total de R$ 500 mil.

 

class=No início deste mês, pajés, rezadores, raizeiros e parteiras participaram de um encontro com agentes de saúde na aldeia Ipavu-Kamayurá, na Terra Indígena Parque do Xingu-MT. Durante os dias 5 a 8 de abril, o evento, que contou com a participação de diversos povos indígenas e parceiros, promoveu o compartilhamento de informações entre cuidadores, acordos entre pajés e agentes de saúde indígena e o fortalecimento do papel social, político e cultural dos pajés.

 

class=Com uma produção anual de aproximadamente 70 toneladas de camarão, o Povo Potiguara fortalece a carcinicultura desenvolvida por cerca de 100 famílias indígenas na Paraíba. Por temporada, a atividade fatura o equivalente a...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05