Deputado Mário Juruna recebe homenagem na Câmara dos Deputados

Juruna1O documentário "Jurunã – o Espírito da Floresta", que homenageia o ex-deputado federal Mário Juruna (PDT-RJ), indígena da etnia Xavante, falecido em 2002, primeiro e único indígena deputado da história do Brasil, foi exibido dia 16, no Auditório Freitas Nobre da Câmara dos Deputados.

A trajetória do ex-deputado, eleito pelo Estado do Rio de Janeiro, em 1982, foi contada por seus familiares Xavante e outros indígenas brasileiros, que acompanharam e participaram da difícil caminhada de Mário Juruna.

O filme também mostra um Kuarup, cerimônia realizada pelos indígenas que habitam o Parque Indígena do Xingu, para homenagear os mortos, que eles realizaram em homenagem ao Juruna.

A homenagem emocionou todos os presentes e, logo após a exibição, houve um debate que contou com a participação dos familiares de Mário Juruna, o diretor do documentário Armando Sampaio Lacerda e o Deputado Federal Luiz Couto. O velho companheiro do ex-deputado, cacique Xavante, da aldeia Guadalupe, Aniceto Tsudzawere, relembrou a luta pela demarcação das terras indígenas. Já o líder indígena do Alto Rio Negro, do Estado do Amazonas, Álvaro Tukano, que acompanhou de perto a luta do ex-deputado, parabenizou e agradeceu o guerreiro Xavante Mário Juruna, que "viveu uma época tão difícil como a Ditadura Militar, ele representou os povos indígena e ainda lutou pela reforma agrária" Tukano deixou bem claro a luta de Juruna pelos direitos humanos.