Diretores e professores indígenas do Oiapoque debatem regionalização da alimentação escolar

oficina 3

Com apoio da Funai e parceria de diversas instituições, a Organização dos Professores Indígenas do Município de Oiapoque (OPIMO) promoveu oficina voltada ao debate da regionalização da alimentação escolar indígena. Durante o evento, que ocorreu entre 10 e 13 de julho, no Oiapoque-AP, professores e diretores de escolas indígenas dos povos Galibi-Marworno, Karipuna, Palikur e Galibi-Kalinã protagonizaram as discussões em que reivindicam o respeito aos costumes e hábitos alimentares tradicionais na escolas das aldeias.

Leia mais...



Em São Paulo, Guarani-Mbya desenvolvem projetos de agricultura tradicional e recuperação do ecossistema

GUARANIDe grande relevância espiritual e cosmológica, a produção e consumo de alimentos tradicionais são fundamentais para a identidade Guarani-Mbya. Chamados de orerembiu, os componentes da alimentação adequada se fazem necessários à transcendência, à vida saudável no mundo físico e ao próprio existir Guarani no universo. Quando os usos e costumes não são seguidos e respeitados, provocam no mundo imaterial uma desordem cósmica que pode resultar em consequências no mundo material.

Leia mais...


Destaques

class=

Com apoio da Funai e parceria de diversas instituições, a Organização dos Professores Indígenas do Município de Oiapoque (OPIMO) promoveu oficina voltada ao debate da regionalização da alimentação escolar indígena....

class=Cerca de 300 indígenas dos municípios de Cacoal-RO, Vilhena-RO, Juína-MT e Aripuanã-MT receberam a equipe dos Doutores Sem Fronteiras entre os dias 11 e 16 de julho. A missão contou com dois consultórios médicos e outros...

class=Cerca de 300 indígenas dos municípios de Cacoal-RO, Vilhena-RO, Juína-MT e Aripuanã-MT receberam a equipe dos Doutores Sem Fronteiras entre os dias 11 e 16 de julho. A missão contou com dois consultórios médicos e outros...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05