Nota à Imprensa - Presidenta da Funai deixa o cargo por razões de saúde

Informamos que, por razões de saúde, a presidenta da Funai, Marta Maria do Amaral Azevedo, entregou seu pedido de exoneração ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Esta decisão foi tomada por ela em virtude da necessidade de realizar tratamento médico que é incompatível com a agenda de presidenta.

 

A Funai informa ainda que a diretora de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável (DPDS) da Funai, Maria Augusta Assirati, assumirá o cargo interinamente. Ressaltamos que Maria Augusta ingressou na Funai a convite da presidenta e tem conduzido a DPDS com extrema competência e comprometimento com a missão deste órgão. Maria Augusta e os demais diretores darão continuidade à missão da instituição na promoção e proteção dos direitos dos povos indígenas, com o compromisso de fortalecimento da Funai, mantendo o amplo diálogo com os povos indígenas, servidores e demais setores do governo.

Destaques

class=A violência contra a mulher não se restringe à violência física ou sexual. Ela pode se apresentar de diversas formas, sendo moral, psicológica, patrimonial ou mesmo institucional. As mulheres indígenas do Estado do Rio...

class=O investimento em qualificação de seus servidores faz parte dos esforços da Funai para aperfeiçoar as atividades de monitoramento territorial. Com esse objetivo, foi realizado na Coordenação Regional do Rio Negro, o curso...

class=Na última sexta-feira (13), na Sede da Funai, em Brasília, ocorreram palestras e debates celebrando os 12 anos da Declaração da Organização das Nações Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígenas (DDPI), assinada em Nova...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05