Apresentação

Ribeirao (15)         

A Coordenação Regional de Ribeirão Cascalheira está situada no nordeste do estado do Mato Grosso, possui quadro funcional de 09 (nove) servidores e tem sob sua jurisdição a Terra Indígena de Marãiwatsédé, território recém retomado pela Operação Tsa'Ãmri (ainda em curso), com área total de 165.241,2291 ha e de usufruto exclusivo do povo Xavante, autodenominado A'Uwẽ.

 

O povo Xavante da região sofreu esbulho na década de 1960, sendo obrigado a peregrinar por diversas aldeias em outras regiões, expostos a situações conflituosas. A oportunidade de divulgação da injustiça histórica pela qual o povo foi submetido ocorreu com a realização da ECO 92, momento em que puderam expressar sua mobilização pelo retorno ao território tradicional. Após 1992, iniciam-se os trabalhos de demarcação da Terra Indígena, homologada em 1998.

 

A comunidade indígena Marãiwatsédé, embora tenha reconquistado seu território com a Opreação Tsa'Ãmri, após anos de espera, ainda encontra-se em situação de vulnerabilidade em diversos aspectos essenciais à sua cultura, posse e usufruto da terra, pois permanece na região o conflito com antigos invasores, dificultando a efetiva ocupação de todo território. Tal conjuntura requer maior foco de ações da Coordenação Regional e dos indígenas para a proteção e monitoramento territorial e ambiental.

 

Apesar das inúmeras adversidades, a comunidade da T.I Marãiwatsédé, cerca de 950 indígenas, comemora a retomada de seu território tradicional, dando continuidade aos rituais e práticas da cultura Xavante (cultivo de roças de toco, corrida de torra, artesanato com sementes e fibras, confecção de cestos de buriti e etc).

 

Em 2012, aconteceu o primeiro Dapo'redzapu (furação de orelha) que se configura como uma das etapas do ritual de passagem dos meninos adolescentes (wapté) para a vida adulta, quando tornam-se guerreiros e terão como missão a proteção da comunidade e do território, além de um novo desafio, imposto a todos os indígenas de Marãiwatsédé, a recuperação ambiental da área degradada por não indígenas.